5 de fev de 2010

A procura da sanidade

Não deixes que te digam o que deves ou não fazer. Viver com o coração na mão, pulsando de emoção, isso sim é que faz sentido. Pois quem sorri é a boca do coração, que mostras seus dentes sentimentalistas, e não a da razão, que é fria e seca, e vive em vão. Se fores ser feliz, seja por completo, por que felicidadezinha meia boca não é feliz. Arrisque-se, se atire do precipício que é a vida, caia no mar indecifrável de sentimentos, permitindo por vezes afogar-se em ondas de sofrimento, sem ter medo de parecer fraco, por que a fraqueza esta nos braços de quem vê. Não procure viver, ache.

Sharyel Toebe

Nenhum comentário: