11 de fev de 2010

Te amo por razões não ter,
Suas manias que não consigo entender,
Por em minhas juras não crer.

Por menosprezar minha dor,
Mal ver meu imenso amor
E tanto faz se ficar ou for.

Te amo por ti ser assim:
Tudo e nada pra mim,
Valioso como o Supenso jardim.

Pelo teu jeito de ser,
Por tantas explicações haver;
Te amo por razões não saber.

Sharyel Toebe

Nenhum comentário: