8 de jun de 2010

Eu fui feita para acreditar que eu nunca amaria ninguém.
Eu me rotulei e concretizei meus pensamentos.
Não me entregaria, pois assim evitaria o sofrimento.
Até o dia que você apareceu, me mostrando que eu evitava também a felicidade.
Arrancou de mim rótulos, suspiros, arrepios e pensamentos apaixonados.
E agora sinto sua falta mil vezes a cada segundo.
Penso às vezes em outros, mas cada vez menos porque eles não se comparam a ti.
É algo como o jeito que me chama de meu amor,
como fala do seu gosto por cães e pores-do-sol,
dos planos que faz pra nós, botando fé nesse amor.
Talvez seja a paz que me transmite, a forma como demonstra preocupação...A sua paciência enquanto me arrumo.
Como botas meu cabelo atrás da orelha enquanto escovo os dentes,
ou será que é a maneira que me somem as palavras diante de suas declarações?
Mostrando-me um melhor caminho e tudo o que meu amor pode trazer
Eu quero gritar esse amor com todos os meus pulmões

Sharyel Toebe

Nenhum comentário: